OBJETIVOS

Universidade Federal do Paraná
Setor de Educação

Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Formação de Professores: paradigmas contemporâneos, currículo e práticas pedagógicas

Objetivos:

Entende-se que a Faculdade de Educação deve por meio de iniciativas como essa estabelecer diálogo necessário com os chamados paradigmas contemporâneos e suas implicações para a formação dos profissionais da educação na contemporaneidade. Reconhece-se a importância dos processos pedagógicos desenvolvidos na prática docente, bem como as necessidades teóricas e metodológicas que emergem daquela.

Profª Drª Regina Cely de Campos Hagemeyer (Coordenadora)
http://lattes.cnpq.br/2212075215946570 -
Profª Drª Cleusa Valério Gabardo (Vice-Coordenadora)
http://lattes.cnpq.br/7313946828855883
Prof. Dr. Ricardo Antunes de Sá
http://lattes.cnpq.br/5472939346139847



quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Palestra nas turmas de OTP e Estágio:

     Documentamos a segunda palestra realizada em turmas  do 5º ano D, de OTP e Estágio , no dia 31/11, às 19:00h, como uma das atividades  do Seminário que teve como tema:

O pedagogo como mediador(a) e construtor(a) dos processos da docência na escola atual.

    Participaram as turmas da profª Regina Cely C. Hagemeyer e do prof. Ricardo Antunes de Sá. A palestra foi realizada pelo pedagogo e professor Alexandro Mulsthed, também mestrando do Curso de Mestrado Profissional na UFPR, o qual discorreu sobre sua atuação em  horas permanência, visando maior qualidade no trabalho dos professores do período noturno do Colégio Estadual do Paraná.  A  ideia foi trocar com os alunos e alunas as concepções e práticas que tem sido desenvolvidas por pedagogos(as). Buscou caracterizar  a função mediadora dos pedagogos(as) na escola básica, sendo que nas matérias de OTP e estágio do curso de Pedagogia, tem-se buscado com estas atividades, a concretização da relação teoria e prática educacional,  na formação dos futuros pedagogos e professores 
que exercerão esta função nas instituições escolares.

quarta-feira, 7 de maio de 2014

COLÓQUIOS SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES NA ESPANHA E NO BRASIL
Período: 05 a 08 de maio de 2014
PROGRAMAÇÃO


quarta-feira, 30 de abril de 2014


MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
SETOR DE EDUCAÇÃO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

Linha Cultura, Escola e Ensino
Núcleo de Estudos e Pesquisas em Formação de Professores: paradigmas contemporâneos, Currículo e Práticas Pedagógicas
COLÓQUIOS SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES NA ESPANHA E NO BRASIL
Período: 05 a 08 de maio de 2014
PROGRAMAÇÃO

Dia  5 de maio de 2014

19h -  Abertura pela Prof.ª. Dr.ª Mônica Ribeiro – Coordenadora do PPGE/UFPR.
Divulgação e lançamento em Curitiba do Dossiê: Docência, processos culturais e formação humana (Revista - EDUCAÇÃO – PUC do Rio Grande do Sul), com breve apresentação pela Professora Drª Regina Cely de Campos Hagemeyer – UFPR.
19h30min. - Palestrante: Prof. Dr. Leoncio Vega Gil – catedrático da Universidade de Salamanca-USAL/ES
Tema: Os processos de formação de professores  e a cultura  escolar em perspectiva comparada.     
20h20min. – Abertura do colóquio aos demais participantes.
Mediador: Prof. Dr. Ricardo Antunes de Sá - UFPR.
Local – Anfiteatro – 500 – 5º andar - Prédio D. Pedro I   
   
Dia 6 de maio de 2014

14h -  Palestrante: Prof. Dr. Leoncio Vega Gil –USAL.
Tema: A construção – política e curricular – da(s) cidadania(s) nos distintos sistemas educacionais, em especial segundo o enfoque  europeu.
14h40min. - Palestrante: Prof.ª Dr.ª Cleusa Valério Gabardo – UFPR
Tema: A formação de professores e pedagogos no Brasil, princípios e organização                                curricular, com destaque para o curso de pedagogia na UFPR.
15h20min. - abertura do colóquio aos demais participantes.  
Mediador: Prof. Dr. Ricardo Antunes de Sá – UFPR.
Local – Anfiteatro – 400 – 4º andar – Prédio D. Pedro I.

Dia de 7 de maio de 2014

09h - Palestrante:  Prof. Dr. Leoncio Vega Gil – USAL.
Tema: Formação continuada de professores na Espanha: políticas e conteúdo.  A rede de Centros de  Formação permanente de professores em Castilla y Léon.
09h40min - Palestrante: Prof.ª Dr.ª Claúdia Madruga Cunha – UFPR.
Tema: A relação universidade e escola na formação continuada de professores: Programa de Desenvolvimento da Educação - PDE/PR.
10h20min - abertura do colóquio aos demais participantes.
Mediadora: Prof.ª Dr.ª Cleusa Valério Gabardo - UFPR .
Local – Anfiteatro 700 – 7º andar – Prédio D. Pedro I.


* Os participantes poderão solicitar Declaração de participação no evento.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Aula inaugural do Programa de Pós Graduação em Educação - Mestrado Profissional - 26 de agosto de 2013 - Sala Homero de Barros - Campus da Reitoria da UFPR - Curitiba - PR. Professores do Mestrado Profissional - Professora Regina Cely de Campos Hagemeyer e Professor Ricardo Antunes de Sá (Núcleo) e a Professora Marília Torales (Coordenadora do Mestrado Profissional)

terça-feira, 16 de julho de 2013

         A ideia de apresentar algumas de nossas publicações, busca incluir  e levar aos que frequentam os cursos de graduação e Pós graduação em Educação e agora  aqueles que após a seleção realizada, estarão brevemente frequentando o Mestrado Profissional, para auxiliar com novos elementos e ideias para suas discussões e enriquecimento de seus projetos de pesquisa na área da formação docente e aos alunos  que elaboram neste período o Trabalho de Final de Curso no curso de Pedagogia
        O  livro: Formação docente e contemporaneidade: referenciais e interfaces da pesquisa na relação universidade -escola, foi lançado efetivamente em 2011, e constitui um dos trabalhos organizados pelo NEPEFOR,  a partir do II Seminário sobre Formação docente no Setor de Educação da UFPR (2009).
          Foi publicado pela Editora da UFPR e é  um trabalho que contribui significativamente para quem está e estará discutindo, estudando e pesquisando sobre Formação e práticas de Professores, considerando as mudanças do contexto contemporâneo. Os temas dos articulistas da UFPR e do estado de São Paulo, como o prof. Dario Fiorentini, abordam análises de pesquisas sobre o trabalho pedagógico, sobretudo considerando as questões da escola contemporânea .  


quinta-feira, 14 de março de 2013

O Programa de Pós-Graduação em Educação promoveu no dia 13.03.2013 às 19 horas no Anfiteatro 100, a abertura do ano letivo da Pós-Graduação de 2013. Estiveram presentes a Coordenadora do PPGE, Professora Mônica Ribeiro da Silva, os mestrandos e doutorandos selecionados para o ano letivo de 2013
As professoras Regina Cely de Campos Hagemeyer, Cleusa Valério Gabardo, respectivamente Coordenadora e Vice-Coordenadora representaram o NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES: PARADIGMAS CONTEMPORÂNEOS, CURRÍCULO E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS, bem como o professor Ricardo Antunes de Sá

A professora Regina Cely de Campos Hagemeyer que atualmente coordena o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Formação de Professores: paradigmas contemporâneos, currículo e práticas pedagógicas, esteve à mesa coordenando os trabalhos da noite, representando também a Linha de Cultura, Escola e Ensino, a convite da professora Tânia Braga. 

Aula Magna com o Prof. Dr. Antonio Flávio Barbosa Moreira

Tema: A pesquisa no campo do Currículo: perspectivas teórico-metodológicas”.

Data: 13 de março de 2013 às 19hs, Anf. 100 - Campus - Reitoria
Câmara aprova prazo para professor concluir licenciatura
 
Estadão.edu, com Agência Câmara e Assessoria de Imprensa do MEC - O Estado de São Paulo - 12/03/2013 - São Paulo, SP
Professores de educação básica com formação em nível médio terão seis anos de prazo para concluir o curso de licenciatura em graduação plena, contados a partir de sua posse no cargo de docente na rede pública.
A regra foi aprovada pela Câmara dos Deputados na tarde desta terça-feira, 12, na votação do substitutivo do Senado ao projeto de lei 5395/2009. O projeto original era de autoria do Executivo.
Haverá exceção à exigência para professores com ensino médio, na modalidade normal, que já estejam trabalhando em creches, na pré-escola e nos anos iniciais do ensino fundamental, quando a lei for publicada.
Caberá à União, aos Estados e aos municípios adotar mecanismos para facilitar o acesso e a permanência dos professores nos cursos superiores. Um dos incentivos será a concessão de bolsa de iniciação à docência.
A nova norma altera o artigo 62 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), que dispõe sobre a formação de docentes para atuar na educação básica. O Ministério da Educação poderá estabelecer nota mínima no Enem como pré-requisito para ingresso em cursos de graduação para formação de docentes.
A matéria segue, agora, para sanção presidencial.
Educação infantil
Uma das novidades do substitutivo do Senado em relação ao texto anteriormente aprovado pela Câmara é a imposição de regras comuns à educação infantil.
A carga horária mínima anual será de 800 horas, distribuída em um mínimo de 200 dias de trabalho; atendimento à criança dentro de um mínimo de quatro horas para o turno parcial e sete horas para o integral; controle de frequência na pré-escola (60% de comparecimento); e expedição de documentação que permita atestar os processos de desenvolvimento e aprendizagem da criança.
Atendimento especializado
O substitutivo aprovado amplia o conceito de alunos especiais. Além daqueles com deficiência, já contemplados, são incluídos aqueles com transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação. Eles deverão contar com atendimento educacional especializado em todos os níveis, etapas e modalidades, preferencialmente na rede regular de ensino.
O texto aprovado também prevê a realização de recenseamento anual de crianças e adolescentes em idade escolar, assim como de jovens e adultos que não concluíram a educação básica. A pesquisa prevista na lei era restrita ao ensino fundamental.